“Agita Galera” incentiva atividade física

Foto Crédito: EBC

Acontece nesta sexta-feira, dia 4 de setembro, mais uma edição do “Agita Galera” nas cerca de 5.100 escolas estaduais de São Paulo – que juntas somam aproximadamente 3,5 milhões de alunos. Esse evento, já tradicional em nosso Estado, tem como objetivo incentivar a prática de pelo menos uma hora de atividades físicas para adolescentes e jovens e no mínimo meia hora para os demais públicos.

Esse projeto é realizado na chamada “intensidade moderada” (quando a pessoa consegue manter a conversação enquanto faz o exercício) contínua, mesmo que seja de forma acumulada, ou seja, em partes. Por exemplo, o jovem e o adolescente podem diluir essa uma hora de atividade física ao longo do dia e não de uma só vez. A mesma situação para os adultos.

Com o tema “Quarentena sim, sedentarismo não!”, o evento tem o apoio dos professores de educação física das escolas públicas, que irão administrar o processo a distância, devido a pandemia. Tradicionalmente, essa programação acontece na útima sexta-feira de agosto, mas neste ano, devido o replanejamento das escolas, o evento foi marcado para a primeira sexta-feira de setembro.

A professora Maria Catarina Meirelles, da EE Antonio Pinto de Almeida Ferraz, disse que “qualquer coisa que se faça, desde que não esteja em repouso, se entende como atividade física”. “Então, pode ser desde um passeio com o cachorro ou limpando a casa, enfim qualquer atividade do dia a dia, até um polichinelo ou dançando uma música. É só usar a criatividade”, explicou.

O “Agita Galera” também visa promover a inclusão entre as pessoas. É uma oportunidade para todos se exercitarem e não somente aqueles que têm maior vigor físico. É uma forma de cidadania também. No Portal Agita (portalagita.org.br), há um espaço para registrar a participação no evento, no mesmo estilo do Dia do Desafio, que também é realizado anualmente.
Essa é uma iniciativa que nós sempre apoiamos e, inclusive, temos usado esse espaço para falar muito sobre a importância da atividade física na vida das pessoas, na prevenção a doenças e no bem-estar da comunidade piracicabana. E o objetivo é que não fique somente neste dia, mas que se torne um hábito do dia a dia.

O Projeto “Agita Galera” foi idealizado há muitos anos pelo médico Vitor Matsudo, ainda com o nome “Agita São Paulo”, e hoje faz parte do calendário das escolas públicas. Em suas palestras, o médico diz que a proposta não tem o como meta formar atletas. “No final disso ninguém vai ser campeão da olimpíada, mas vai ser campeão da vida”, declara Matsudo, que atua na medicina esportiva. “Toda vez que faz uma caminhada, você acumula pontos no campeonato da vida ”, completa.

Colunista – Alexandre Nascimento – Chefe do Setor de Eventos da Selam (Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras)

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.