Analise das contratações das equipes da Série A do Paulista

O Campeonato Paulista começa na quarta-feira, 22 de janeiro e Thiago Scanholato, fez uma analise de todas as contratações das equipes para o Estadual.

Mirassol

 Contratou ao todo 13 jogadores.

 Com destaque para os meias Chico ex XV de Piracicaba e Ceara e Camilo que tem passagens pela seleção brasileira, Botafogo-RJ e Internacional-RS e o lateral-direito Daniel Borges

Água Santa

 O netuno contratou 10 jogadores no retorno a elite

Destaque para o Luís Ricardo Lateral-Direito ex- São Paulo e portuguesa e o atacante Felipe Azevedo ex Ponte Preta e América-MG

 Oeste

 Contratou o atacante João Paulo ex São Paulo após perder o vice artilheiro da serie B Fabio para o futebol japonês e renovou com o meia Mazinho ex Palmeiras

Ponte Preta

 O time de Campinas contratou ao todo 13 jogadores para 2020 e os principais destaques são a permanecia do goleiro Ivan e as contratações do ponta / lateral-Direito Apodi, o zagueiro Cléber Reis e o meia João Paulo.

Botafogo

 A equipe do interior perdeu grande parte de sua espinha dorsal de 2019, no entanto a única contratação até o momento é o técnico Wagner Lopes

Novorizontino

 O time de Novo Horizonte já conta com nomes conhecidos como os dos zagueiros Bruno Aguiar e Edson Silva com passagens por Santos e São Paulo respectivamente, porem o nome forte para 2020 é o do atacante Thiago Ribeiro, ex-Santos, São Paulo e Atlético-MG. O atleta, de 33 anos, foi campeão da Série B pelo Bragantino

 Santo André

 O time do ABC paulista conta com o experiente treinador Paulo Roberto Santos ex São Bento além de ter trazido 20 novos nomes para a disputa da elite estadual.

 Os nomes mais conhecidos são do goleiro Henal ex São Bento e do meia Branquinho que se destacou no time do ABC em 2010 na campanha em que o time ficou com o vice campeonato diante do Santos de Ganso, Neymar e Robinho, Branquinho ainda tem passagem pelo Fluminense -RJ

Inter de Limeira

O time de Limeira conta com o ex jogador Elano como debutante na função de treinador além de ter 5 reforços emprestados pelo trio de ferro paulista são eles  o zagueiro João Victor, do Corinthians, o volante Matheus Neris, do Palmeiras, o meia Thomaz, do São Paulo, e os atacantes Airton, do Palmeiras, e Lucas Braga  do Santos.

Ituano

O Galo de Itu não trouxe reforços para o estadual de 2020 , mas manteve grande parte do elenco que conquistou o acesso para o campeonato brasileiro da serie C, o Destaque é o jovem atacante Gui Mendes. 

Red Bull Bragantino

O Bragantino, em parceria com uma empresa austríaca de energéticos, contratou os atacantes Alerrandro (Atlético-MG), Artur (Palmeiras) e Thonny Anderson (Grêmio), o zagueiro equatoriano Leo Realpe (Independiente del Valle), o volante Matheus Jesus (Corinthians) e o lateral-esquerdo Luan Cândido (RB Leipzig-ALE).

Ferroviária

A Ferroviária entrou em 2020 renovada por conta da aquisição de boa parte de suas ações pela empresa MS Sports, que tem como investidores Saul Klein, herdeiro das Casas Bahia, e Giuliano Bertolucci, empresário de futebol.

Com experiência no São Caetano, os investidores trouxeram praticamente a base do Azulão para o Campeonato Paulista. Do clube do ABC foram contratados o lateral Lucas Mendes, o zagueiro Max e os meias Mazinho, Clayton e Karl.

 Guarani

O alviverde campineiro trouxe  13 reforços para o Paulistão, os destaques são o  zagueiro Leandro Almeida e do atacante Alemão.

 Corinthians

O Corinthians  passa por um período de mudança e adaptação neste começo de temporada. Até o momento, foram quatro contratações: Luan, Sidcley, Victor Cantillo e Davó, além do retorno de jogadores que estavam emprestados e fazem parte dos planos do técnico Tiago Nunes.

Júnior Urso (Orlando City) e Clayson (Bahia) foram vendidos. Também saíram o meia Sornoza (LDU) e os volantes Renê Júnior (Coritiba) e Matheus Jesus (Bragantino).

Além deles, o meia Jadson e o volante Ralf negociam suas saídas. Nenhum dos dois faz parte dos planos de Tiago Nunes. Os meias Araos e Pedrinho perderão as primeiras rodadas do Paulistão por estarem com as seleções (chilena e brasileira) no Pré-Olímpico.

São Paulo

O São Paulo manteve o elenco de 2019. O clube contratou três jogadores que estavam emprestados (e faziam parte do grupo): Tiago Volpi, Vitor Bueno e Igor Vinícius. Sem dinheiro para grandes investimentos e com necessidade de vender jogadores, o São Paulo confia também nos garotos de Cotia. Mais da metade dos atletas comandados pelo técnico Fernando Diniz é formada na base

Em 2020, saíram do São Paulo Hudson (empréstimo ao Fluminense), Jean (empréstimo ao Atlético-GO), Raniel (troca com o Santos por Vitor Bueno) e Calazans (negocia rescisão).

A expectativa do Tricolor para o Paulistão é tentar voltar a ser campeão, o que não acontece desde 2005. No ano passado, a equipe foi vice-campeã após perder a final para o Corinthians.

 Santos

Campeão paulista pela última vez em 2016, o Santos apostou na manutenção de boa parte do elenco para 2020. O Alvinegro contratou somente dois jogadores: o atacante Raniel, em troca com o São Paulo por Vitor Bueno, e o lateral-direito Madson, em troca com o Grêmio por Victor Ferraz.

Na era Jorge Sampaoli, o clube gastou R$ 77,5 milhões em contratações, mas neste ano será diferente. A ideia é apostar no trabalho do técnico português Jesualdo Ferreira e nas novas joias da base, como Kaio Jorge.

Jogadores importantes do elenco deixaram o Santos neste início de temporada: além de Victor Ferraz, saíram o goleiro Vanderlei (para o Grêmio), o zagueiro Gustavo Henrique (para o Flamengo) e o lateral-esquerdo Jorge (retornou ao Monaco).

Palmeiras

Em meio a uma nova política de contenção de gastos, o Palmeiras mudou sua atuação no mercado em relação aos últimos anos: fez uma limpa de jogadores que não estavam mais nos planos e não contratou ninguém.

Em vez de se reforçar com nomes de outros clubes, a diretoria apostou na promoção de garotos que vinham se destacando nas divisões de base, como o atacante Gabriel Veron e os volantes Patrick de Paula e Gabriel Menino.

A idéia da comissão de Vanderlei Luxemburgo (outra novidade para 2020) é contar com um grupo de 30 jogadores já no Campeonato Paulista, competição que o clube não conquista desde 2008, quando era justamente Luxemburgo o treinador.

 Saíram  Fernando Prass (Fim de Contrato) , Edu Dracena (Aposentou) , Matheus Fernandes ( vendido ao Barcelona) , Thiago Santos (vendido ao FC Dallas EUA), Deyverson (emprestado ao Getafe-ESP) e Borja (Emprestado ao Junior Barranquilla).

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.