Brasil termina em segundo nos Jogos Pan-Americanos

Natação brasileira obteve o melhor resultado da história em Jogos Pan-Americanos — Foto: Wander Roberto/COB

Confira como que foi o Brasil na sexta-feira, sábado e domingo, no encerramento de mais um Jogos Pan-Americanos, que foi realizado em Lima no Peru.

Na sexta-feira, o Brasil conseguiu seis medalhas na piscina, das quais três de ouro (Bruno Fratus e Etiene Medeiros, nos 50m livre, e o revezamento 4x200m livre), uma de prata (Leonardo Santos nos 400m medley) e duas de bronze (Brandonn Almeida nos 400m medley e o 4x200m feminino).

Judô

Rafaela Silva encarou Ana Rosa no peso até 57kg enquanto Daniel Cargnin enfrentou Wander Mateo até 66kg. A campeã olímpica na Rio 2016 levou pouco mais de um minuto para aplicar o ippon e levar o ouro que faltava em sua carreira. Na primeira decisão, Cagnin tinha perdido para Mateo por waza-ari a menos de um minuto para o fim da luta. O terceiro brasileiro em ação no dia, Jeferson Santos Jr., o Juninho Bomba, levou o bronze ao derrotar o mexicano Eduardo Araujo.

Judô

Atual líder do ranking mundial na categoria -78kg, a judoca Mayra Aguiar, de 28 anos, conquistou em Lima, no Peru, sua primeira medalha de ouro em Jogos Pan-Americanos. Ela encarou na decisão a cubana Kaliema Antomarchi, de 31 anos e 11ª colocada na lista da Federação Internacional de Judô, uma rival contra quem ela já havia lutado sete vezes e vencido as sete.

Atletismo

O revezamento 4x100m rasos masculino. Após o título em Yokohama, no Japão, os brasileiros confirmaram o favoritismo e subiram ao lugar mais alto do pódio também nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. Com Paulo André, Rodrigo Nascimento Pereira, Derick de Souza e Jorge Vides, a seleção anotou 38s27 e ganhou ainda mais moral para o Mundial de Doha, no Catar, quando a equipe chega com chances de pódio.

Vela:

No primeiro dia de finais, foram seis possibilidades de pódio. O Brasil ganhou quatro medalhas, sendo dois ouros, com Marco Grael e Gabriel Borges na 49er e Patrícia Freitas na RS:X F, uma prata com Bruno Fontes na Laser, e um bronze com Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino na Nacra 17. Somente Gabriela Kidd, na Laser, e Brenno Francioli, na RS:X, ficaram sem conquistas.

No segundo dia de finais, Martine Grael e Kahena Kunze confirmaram a medalha de ouro no 49er FX. O Brasil disputou ainda outras quatro provas de “medal race”. No Sunfish, Matheus Dellagnelo levou ouro. Na Fórmula Kite, Bruno Lobo também foi ao lugar mais alto do pódio.

Na Lightning, Cláudio Bierckark, Isabel Ficker e Gunnar Ficker – filha e pai – ficaram com a prata – destaque para Cláudio, recordista de participações em Pans, que agora tem 10 medalhas, sendo duas de ouro. Na Snipe, Juliana Duque e Rafael Martins, que são casados, ficaram com um bronze.

Vôlei Feminino:

A seleção feminina de vôlei entrou em quadra, no sábado, para a disputa da semifinal contra a Colômbia empolgada com a chance de chegar à final do Pan.

O Brasil teve o jogo na mão e chances para fechar. Mas não resistiu à pressão da empolgada seleção colombiana que, de virada, venceu o jogo por três sets a dois (25/22, 27/25, 14/25, 26/28 e 9/15) e garantiu a vaga na decisão.

Ao Brasil, disputou a medalha de bronze e perdeu para a Argentina, por três sets a zero (26/24, 25/20, 25/21) faz com que a equipe saia do torneio sem subir ao pódio, o que não acontecia desde 2003, no Pan de Santo Domingo.

Polo Aquático Masculino:

O Brasil conquistou a medalha de bronze no polo aquático masculino após derrotar a Argentina, por 9 a 6, na noite deste sábado. A equipe brasileira não teve dificuldades para superar os hermanos e comandou o marcador durante todo o confronto.

Tênis de Mesa por Equipes:

Na noite de sábado (10), a primeira partida foi a mais equilibrada das cinco que foram realizadas em Lima.

Com sets alternados sendo vencidos de cada lado, melhor para as porto-riquenhas Melanie Díaz/Daniely Ríos que derrotaram Jessica Yamada/Caroline Kumahara por 3 a 2 (10×12 / 12×10 / 8×11 / 12×10 / 12×10). Depois do único jogo de duplas desta decisão, Bruna Takahashi e Caroline Kumahara venceram por 3 sets a 1. Bruna derrotou a favorita Adriana Díaz e Caroline despachou Danielly Rios. Faltava apenas Jessica Yamada derrotar Adriana Díaz novamente e o ouro seria brasileiro.

Mas não foi o que aconteceu. A porto-riquenha venceu a brasileira também por 3 a 1 e deixou a decisão da medalha nas mãos direitas de Melanie Díaz (sua irmã mais velha) e Bruna Takahashi. Bruna ganhou com tranquilidade o primeiro set por 11 a 3, mas teve um pouco mais de dificuldade no segundo e mesmo assim fechou o segundo set por 11 a 6. No terceiro set, Díaz abriu 8 a 3, mas viu a brasileira empatar e levar até 17 a 15, mas para Porto Rico. Melanie Díaz continuou a recuperação, venceu o quarto set por 11 a 9 e conquistou o ouro no último set em 11 a 6.

Basquete Feminino:

A seleção brasileira de basquete feminino fez história em Lima. Após 28 anos, as brasileiras voltaram a colocar a medalha de ouro no peito nos Jogos Pan-Americanos e foi com estilo. Enfrentando os Estados Unidos na final, a seleção venceu com autoridade por 79 a 73.

Essa é o terceiro título Pan-Americano da história da seleção brasileira de basquete feminino, mas o feito não acontecia desde 1991, quando Hortência e Magic Paula entraram para a história em Havana ao bateram Cuba na decisão. As outras duas vezes foram em 1967, em Winnipeg, e 1971, em Cali.

Tiro com arco:

O brasileiro Marcus Vinícius D´Almeida foi derrotado pelo Canadense Crispin Natanie Duenas, por 6 a 4, ficando com a medalha de prata.

Karatê:

No último dia de Jogos Pan Americanos, o Karatê do Brasil terminou com duas medalhas de prata e um bronze. Douglas Brose perdeu para o Chileno Joaquin Lavín por 2 a 0. Hernani Veríssimo que perdeu a luta para Thom Scott, dos Estados Unidos por 2 a 1. Veríssimo é de Piracicaba e representou a equipe da Sport Way/Piracicaba/Selam lutou na categoria 75kg.

O vice-campeão mundial Vinícius Figueira ficou com o bronze na categoria até 67 kg. Acabou perdendo para o chileno Camilo Veloso, por 7 a 4.

Os Jogos Pan-Americanos terminaram neste domingo, 11 de agosto, em Lima no Peru teve os Estados Unidos como campeão e o Brasil como vice.

Quadros de Medalha:

POS PAÍSOUROPRATABRONZETOTAL
1 ESTADOS UNIDOS1208885293
2 BRASIL554571171
3 MÉXICO373663136
4 CANADÁ356453152
5 CUBA33273898
6 ARGENTINA323534101
7COLÔMBIA28233384
8 CHILE13191749
9 PERU1172139
10 REP. DOMINICANA10131740

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.