Confira a situação de cada clube do Paulista A2

Foto Crédito Michel Lambstein

O Campeonato Paulista da Série A2, está paralisado desde o dia 15 de março, devido a pandemia do novo coronavírus (covid-19). Muitos clubes estão passando por dificuldades financeiras, pois não tiveram ajuda de custo da FPF.

Os Estaduais devem retornar, mas sem uma data certa. Enquanto isso o Resenha Esportiva preparou a situação de cada agremiação.

Grêmio Osasco Audax – O elenco, tem sua grande parte, formado por jovens jogadores, das categorias de base, a maioria tem contratos longos e a equipe não terá grandes mudanças na volta. Quando o estadual parou o Audax está na 10ª posição, com 15 pontos.

Sport Club Atibaia – A maior parte dos contratos terminaram dia 30 de abril e 10 de maio. O Atibaia é o 11º colocado, com 14 pontos.

Clube Atlético Juventus – Elenco e comissão técnica do Juventus, em acordo, aceitaram a redução salarial. O Moleque Travesso deve retornar com o mesmo time. O time aparece na sétima colocação, com 18 pontos.

Atlético Monte Azul –  Perdeu 15 atletas no dia 30 de abril, com os contratos encerrados. O clube deve realizar acordos para que os vínculos possam ser renegociados. O Monte Azul foi líder boa parte da competição e ocupa a quarta colocação, com 19 pontos.

Clube Atlético Penapolense – Na zona do rebaixamento, a situação do time de Penápolis é bem complicada, com apenas nove pontos. O Penapolense está com problemas com o seu elenco, já que não teve condições financeiras para mantê-lo. No meio da paralisação o presidente do clube declarou dificuldades para voltar com o futebol na temporada.

Associação Portuguesa de Desportos – Tenta manter a base da equipe e ainda se reforçar. Inclusive anunciou a contratação do atacante Anselmo. A Portuguesa é a oitava colocada, com 18 pontos.

Associação Atlética Portuguesa – Na terceira posição com 20 pontos ganhos a Briosa não renovou o contrato com boa parte do elenco, e dispensou a comissão técnica. A diretoria conversa com os outros jogadores, para uma nova renovação de contrato, com valores menores.

Red Bull Brasil –  A equipe é formada por jogadores oriundos da base, a maioria tem contratos longos. O Toro Loko ocupa a 14ª posição, o primeiro fora da zona de rebaixamento, com 10 pontos.

Rio Claro Futebol Clube – Mais um time da Série A2 com problemas financeiros. O Galo Azul Rio Claro também não renovou com a maior parte do elenco e, pelo que tudo indica, vai finalizar a competição, assim que a bola voltar a rolar, com jogadores oriundos das categorias de base. O time é o 13º colocado, com 13 pontos.

São Bernardo Futebol Clube – Líder da Série A2, com 22 pontos o time do ABC, fez acordo com os jogadores e manteve quase todos do atual elenco.

Esporte Clube São Bento – Boa parte brigou contra o rebaixamento, e teve uma boa recuperação e antes da paralisação, está na nona posição, com 18 pontos. Única equipe na competição que disputa a Série C o time de Sorocaba e com umas das folhas salarial mais alta da A2.

Associação Desportiva São Caetano – Uma indecisão envolve o Azulão. Primeiro anunciou a desistência da Série D, depois voltou atrás e irá disputar.Vem recrutando novos parceiros e renovando os contratos do elenco que vinha disputando a Série A2 do Paulista, não deve perder muitos atletas. A equipe é a sexta colocada, com 18 pontos.

Sertãozinho Futebol Clube – O Sertãozinho vem conversando com os jogadores do elenco para um novo vínculo para assim que a Série A2 for retomada. O clube já perdeu alguns atletas, como é o caso do volante Dener, que foi para a Ferroviária. O Touro dos Canaviais é o 12º colocado, com 14 pontos.

Esporte Clube Taubaté – Os vínculos de boa parte dos jogadores do Taubaté já se encerraram. O Burrão da Central é o vice-líder, com 21 pontos.

Clube Atlético Votuporanguense –  É o lanterna da Série A2, com apenas nove pontos, e, atualmente, tem apenas três atletas com vínculo. O clube dispensou todos os funcionários e, em nota, declarou que a volta do futebol neste ano seria a decretação de falência dos pequenos clubes.

XV de Piracicaba – A diretoria do alvinegro Piracicabano, renovou com 11 atletas do elenco, dispensou cinco atletas e está muito próximo da renovação de contrato de três jogadores. Manteve o treinador Tarcísio Pugliese no comando.

O Nhô Quim é o quinto, com 19 pontos.

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.