Confira o aproveitamento do XV nas primeiras seis rodada do Paulista nos últimos anos

Foto Crédito: Michel Lambstein

O Campeonato Paulista da Série A2, já está na sexta rodada e a briga pelas oito vagas que levam os clubes para a fase de mata mata é acirrada a cada rodada, então quem bobear em casa ou fora, pode correr o risco de não se classificar.

O Blog do Vitor Prates, mais uma vez está realizando uma estatística e relação aos últimos estaduais da Série A2, que o XV de Piracicaba tem disputado em relação as seis primeiras rodadas. 2011, 2017, 2018 e 2019.

2011

No ano de 2011, no final conquistamos o acesso e o título da Série A2.

Nas seis primeiras rodadas foram três jogos no Barão da Serra Negra contra Pão de Açúcar, Rio Branco e Atlético Sorocaba por incrível que pareça nenhuma dessas equipes estão na A2 este ano. Inclusive o time de Sorocaba não existe mais. Rio Branco vai disputar a quarta divisão estadual e o Pão de Açúcar, virou Audax e disputa a A3.

Atuando no Barão o Nhô Quim teve uma vitória (3×2 no Rio Branco), depois empatou duas contra (PAEC 0x0 e Atlético Sorocaba 3×3). Nos jogos fora venceu duas (4 a 1 no São José e 2 a 0 no Red Bull Brasil) e empatou diante com o(Guarani por 1 a 1). Neste caso foram 55% jogando em Piracicaba e 77,77% longe de seus domínios.

Juntando as seis primeiras rodadas de 2011, jogando em Piracicaba e foram o aproveitamento do XV foi de 66,66%.

Detalhe neste ano, começamos com o Moisés Egert e terminamos com ele no comando.

2017

Depois do rebaixamento em 2016, o XV era um dos favoritos para retornar a primeira divisão ainda mais com o título da Copa Paulista e a vaga na Série D do Campeonato Brasileiro.

Mas nas seis primeiras rodadas jogando em Piracicaba, o Nhô Quim enfrentou Sertãozinho perdeu por 3 a 1; Taubaté empate de 2 a 2 e Guarani vitória por 2 a 0, ou seja três jogos, uma derrota, um empate e uma vitória, um aproveitamento de 44,44%.

Jogando fora de casa, o desempenho caiu mais, foi de 33,33% e tivemos três empates com Rio Preto em 2 a 2, além de Água Santa e Barretos, 1 a 1.

No total em seis rodadas na Série A2 de 2017, o aproveitamento foi de 38,88%. Os treinadores foram: Cleber Gaúho e Vica.

2018

O ano de 2018, nas seis primeiras rodadas o Nhô Quim não começou muito bem, principalmente jogando no Barão. Foram duas derrotas para Rio Claro por 3 a 1 e Oeste por 4 a 0. Uma vitória diante da Inter de Limeira por 3 a 1. O aproveitamento foi de 33,33%.

Jogando fora de casa, o XV de Piracicaba teve uma vitória e dois empates. Venceu o Juventus em São Paulo por 1 a 0. Depois dois empates diante de Portuguesa e Taubaté em 1 a 1. O aproveitamento foi de 55,55%.

No total das seis primeiras rodadas: 44,44%. O treinador em 2018 na Série A2 foi Evaristo Piza.

2019

Mudança de diretoria, novos contratados, um time inteiro de novidades. Nessas seis primeiras rodadas o clube está na quarta colocação.

No Barão da Serra Negra, foram três jogos com duas vitórias diante de Portuguesa por 2 a 0 e Santo André por 1 a 0. Um empate sem gols contra o Nacional. Aproveitamento de 77,77%.

Longe de Piracicaba, o alvinegro teve uma vitória na estréia diante de Inter de Limeira por 3 a 2. Uma derrota para o Água Santa por 2 a 0 e um empate contra o Sertãozinho por 1 a 1. O aproveitamento do XV é de 44,44%.

Nessas seis primeiras rodadas, o aproveitamento do Nhô Quim é de 61,11%. O treinador é Tarcísio Pugliese.

Comparando esses anos na A2, o XV de Piracicaba jogando no Barão nas seis primeiras rodadas é este ano com 77,77%.

Jogando fora de Piracicaba o melhor aproveitamento em anos foi 2011, com o mesmo 77,77%.

Restam 9 jogos para encerrar a primeira fase, sendo que o XV de Piracicaba vai fazer 5 partidas no Barão.

Resumo:

Após a 6ª rodada:

2011 = 66,66%
2017 = 38,88%
2018 = 44,44%
2019 = 61,11%

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.