Copa do Brasil 2018

A Copa do Brasil é azul e branco. O Cruzeiro derrotou na noite de ontem (17) a equipe do Corinthians pelo placar de 2 a 1 e faturou a sua sexta competição (1993, 1996, 2000, 2003, 2017 e 2018).

O Corinthians precisava vencer o jogo, por 1 a 0, levava a decisão para os pênaltis, por dois ou mais garantia o título. Mas quem saiu na frente foi o Cruzeiro, com Robinho que aproveitou a bola de Barcos bateu na trave e fez o primeiro na Arena Itaquera.

No segundo tempo, a decisão pegou fogo. Logo aos nove minutos, o árbitro preciso usar o VAR e deu um pênalti polêmico em cima de Rafl. Na batida, Jadson empatou o jogo.

O VAR precisou entrar em ação novamente. Mas foi ainda mais determinante ao anular o gol da virada do Corinthians. Na seqüência o Cruzeiro matou o jogo, em contra-ataque fazendo com Arrascaeta o gol da vitória.

Com o título a Raposa faturou R$ 50 milhões como prêmio, enquanto o Timão se contentou com os R$ 20 milhões, sendo vice-campeão.

Com o título da Copa do Brasil, o Cruzeiro é o primeiro brasileiro a garantir vaga para a Copa Libertadores da América de 2019. As outras vagas vem da própria competição que terá suas semifinais na semana que vem e também pelo Brasileiro.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 1 X 2 CRUZEIRO

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 17 de outubro de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Bruno Boschilia (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Ralf, Gabriel, Emerson Sheik, Fagner, Jadson e Clayson (COR); Rafinha, Thiago Neves, Robinho (CRU)
Público: 45.978 pagantes
Renda: R$ 5.108.151,00

GOLS: Corinthians: Jadson, de pênalti, aos nove minutos do segundo tempo / Cruzeiro: Robinho, aos 29 minutos do primeiro, e De Arrascaeta, aos 37 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Gabriel (Mateus Vital) e Jadson; Romero, Emerson Sheik (Clayson) e Jonathas (Pedrinho). Técnico: Jair Ventura

CRUZEIRO: Fábio, Edílson, Léo, Dedé e Lucas Romero; Henrique, Ariel Cabral, Robinho, Thiago Neves (Lucas Silva) e Rafinha (Arrascaeta) ; Barcos (Raniel). Técnico: Mano Menezes

Publicidade

1 Comentário

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.