Educação Física na pandemia

Nesta semana, volto a falar da importância das atividades físicas nesta época de pandemia. É fundamental que nós nos conscientizemos de que a prática de exercícios físicos regulares faz muito bem à saúde, aumenta a imunidade física, previne diversos tipos de doenças, como diabetes, pressão alta, cardíacas, entre outras. Portanto, mesmo em casa, não devemos nos descuidar essa importante lição de casa.

Temos na internet muitos professores à disposição para ensinar uma sequência de atividades simples, mas que fazem toda a diferença para uma melhor qualidade de vida. A Selam (Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras) também vem trabalhando nesse sentido com aulas online para os piracicabanos. Pelo menos 15 minutos por dia já são suficientes para aumentar a imunidade e se prevenir contra os vários tipos de doenças citadas acima, além é claro, do novo coronavírus e a Covid-19.

É importantíssimo ressaltar que a Educação Física é uma profissão reconhecida dentro da área da Saúde desde 1997, através da Resolução CNS 218 de 1997, sendo assim todos os Profissionais de Educação Física, devidamente graduados e capacitados para as atribuições profissionais, devem ser considerados parte importante no processo de prevenção, manutenção e recuperação da saúde. Com esta colocação acima, lembramos que o Governo Federal, através do Decreto Federal 10.344 de 11 de maio de 2020, coloca os profissionais de Educação Física no hol de atividades essenciais.

Conforme o Decreto Estadual, Piracicaba encontra-se na fase laranja, o que significa uma retomada “controlada” de algumas atividades. Infelizmente, as academias só poderão retomar às atividades na etapa 4, o que significa início do mês de agosto. Recentemente, houve uma reunião no Anfiteatro do Centro Cívico, com o Poder Público e mais de 60 gestores de academias esportivas.

Este encontro serviu para a Prefeitura apresentar as ações desenvolvidas até o momento no combate ao Covid-19 e também para que os gestores colocassem as dificuldades enfrentadas neste momento delicado da Saúde e Economia aqui em Piracicaba. De posse de um documento altamente técnico, o prefeito Barjas Negri se comprometeu juntamente com o Dr. Pedro Mello, secretário de Saúde e Esportes, dar o devido encaminhamento ao Comitê de Crise do estado de São Paulo.

CLUBES VOLTAM – Aos poucos, o esporte vai retomando suas atividades. É importante dizer que queremos o retorno à normalidade, mas com a maior segurança possível. Nesta semana, os quatro grandes clubes de São Paulo – Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos – retornaram suas atividades com avaliações físicas e médicas. Todo um protocolo foi desenvolvido para que atletas, comissão técnica, funcionários e demais envolvidos tenham toda proteção. 

Porém, apesar do retorno, ainda não há fechada uma data de reinício do Campeonato Paulista. Os grandes da Capital querem que a competição retorne somente em agosto. O mês de julho seria para treinos. Os clubes chamados pequenos também estão retornando aos poucos e também sinalizam que agosto seja uma data razoável. Assim, o Brasileirão começaria só em setembro. Quanto às séries A2 e A3, nada ficou definido e os clubes seguem parados à espera de uma definição.

Colunista – Alexandre Nascimento – Chefe do Setor de Eventos da Selam (Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras)

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.