Fifa define distribuição de vagas para Copa do Mundo Feminina de 2023

Troféu da Copa do Mundo feminina, vencida pelos Estados Unidos em 2019 — Foto: Getty Images

Foi divulgado em nota nesta quinta-feira, 24 de dezembro a FIFA destrinchou a distribuição de vagas para a Copa do Mundo do Futebol Feminino que acontecerá ne Austrália e Nova Zelândia em 2023.

Com 32 seleções, oito a mais que a última edição, a entidade definiu que serão 29 vagas diretas, incluindo as dos países-sede, e três por repescagem. 

Veja a divisão:

Vagas diretas

  • 6 para AFC (Ásia)
  • 4 para CAF (África)
  • 4 para Concacaf (Américas do Norte e Central)
  • 3 para Conmebol (América do Sul)
  • 1 para OFC (Oceania)
  • 11 para Uefa (Europa)

Vagas na repescagem

  • 2 para AFC
  • 2 para CAF
  • 2 para Concacaf
  • 2 para Conmebol
  • 1 para OFC
  • 1 para Uefa

A repescagem funcionará da seguinte forma: 10 seleções serão divididas em três grupos, dois com três países e um com quatro. A líder de cada um estará garantida na Copa do Mundo. Times do mesmo continente não poderão ficar no mesmo grupo, e o torneio funcionará como evento-teste.

A Copa do Mundo feminina teve 12 participantes nas suas duas primeiras edições, em 1991 e 1995. Nas quatro seguintes, 1999, 2003, 2007 e 2011, contou com 16 países. Em 2015 e 2019, foram 24. Em 2023, será a primeira vez com 32.

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.