Grande festa marca encerramento da 35ª edição dos Jogos Comunitários; Tupi fica com o título

Foto Crédito – Alexandre Nascimento/Selam

Chegou ao fim no último sábado (15) a 35ª edição dos Jogos Comunitários. A competição que começou em maio reuniu 37 bairros participantes, movimentando aproximadamente 4.500 pessoas entre crianças e adolescentes dirigidas por líderes comunitários, agentes voluntários de esportes e dirigentes de associações de moradores, participando de 14 modalidades e 64 categorias. 

O evento foi realizado no Ginásio Municipal Waldemar Blatkauskas e houve uma grande festa com a entrega de troféus aos bairros campeões nas diversas modalidades e também aos artilheiros e goleiros menos vazados. Na classificação final, o bairro Tupi recebeu o troféu de campeão geral (pela primeira vez na história) ao somar 170 pontos contra 127 do Mário Dedini e 120 do Alvorada.

Na cerimônia de encerramento estiveram presentes autoridades municipais como o prefeito Barjas Negri e o secretário municipal de Esportes, Lazer e Atividades Motoras (Selam), Pedro Mello, o vereador Jonson Sarapu de Oliveira, o Maestro Jonson (PSDB), Antônia Bachin, do bairro Tupi, que representou os dirigentes comunitários envolvidos no evento, além da professora da Selam Josiane Sabino, da coordenação dos Jogos Comunitários.

A dedicação dos dirigentes para o sucesso da competição foi destacada pelo prefeito Barjas Negri. “A competição é um dos mais antigos projetos da Prefeitura e que vem nos últimos anos aumentando a participação da população dos mais diversos bairros. Isso se deve principalmente a construção e ampliação dos espaços esportivos criados nos últimos anos em nossa cidade”.

O secretário municipal de Esportes, Pedro Mello, afirmou que a competição é extremamente importante às crianças e adolescente nessa fase de formação, além da participação fundamental dos lideres comunitários pelo envolvimento e dedicação. “A participação auxilia na transformação das crianças em cidadãos do bem”.

A competição tem como objetivo garantir o direito das entidades comunitárias de bairros à prática desportiva para as faixas etárias de cinco até 18 anos, bem como promover a integração das comunidades de Piracicaba através da prática sadia do esporte.

Leandro Bollis/SELAM

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.