Há 62 anos, a seleção brasileira escalava Pelé e Garrincha pela primeira vez juntos

Foto: Acervo CBF

Há exatos 62 anos, Pelé e Garrincha jogavam juntos pela primeira vez, no estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu, numa partida amistosa contra a Bulgária, no dia 18 de maio de 1958

O jogo foi o penúltimo antes do embarque da Seleção Brasileira para a Europa, onde o Brasil depois veio conquistar a Copa do Mundo.

O Pacaembu recebeu um público de 25 mil pessoas. Viu Diev abrir o placar para a Bulgária aos 7 minutos. A Seleção Brasileira empatou com a obra de Mané e Pelé. Escanteio cobrado por Garrincha, que Pelé pegou de voleio. Depois, Pelé fez 2 x 1, completando uma jogada de Moacir e Pepe marcou 3 x 1 recebendo passe de Nítlon Santos. Após a vitória, o técnico Vicente Feola cortou Êrnani, Jadir, Altair, Roberto, Gino e Canhoteiro.

Na Europa, o Brasil fez mais dois amistosos contra Fiorentina e Internazionale.

Mas somente no terceiro jogo do Mundial, em 15 de junho, 28 dias depois daquela partida diante da Bulgária, a dupla, Pelé e Garrincha vieram a ser escalados juntos, pela primeira vez em uma Copa do Mundo.

Nos primeiros três minutos, Garrincha cruzou e Pelé chutou na trave. Garrincha se infiltrou e chutou de novo na trave. Garrincha cruzou e Vavá marcou. O jornalista francês Gabriel Hanot, do jornal L’Equipe, descreveu como “os três minutos mais incríveis da história das Copas.”

Juntos, eles jogaram 30 vezes com 26 vitórias e 4 empates. Mais dez partidas, com dez vitórias contra clubes e combinados. Incrivelmente, o último jogo dos dois juntos pela seleção também foi contra a Bulgária, em 12 de julho de 1966, estreia na Copa do Mundo da Inglaterra.

Acervo da CBF

18/maio/1958

BRASIL 3 x 1 BULGÁRIA

Local: Pacaembu (São Paulo);

Juiz: Esteban Marino (Uruguai);

Público: 25.000;

Gols: Diev 7 do 1o; Pelé 2, Pelé 15, Pepe 24 do 2o

BRASIL: Gilmar, De Sordi, Mauro, Jadir (Orlando 21 do 2o) e Nílton Santos; Roberto Belangero e Moacir; Garrincha, Mazzola (Gino 29 do 2o), Pelé e Canhoteiro (Pepe 10 do 2o). Técnico: Vicente Feola

BULGÁRIA: Dervenski, Rarakov, Manolov, Dimitrov e Bojkov; Nestorov (Astrov 22 do 2o) e Diev; Iliev (Kovachev 32 do 2o), Panayotov, Yanev e Debarski. Técnico: Ormandjiev

Na escalação da Seleção Brasileira, temos dois jogadores Piracicabanos, De Sordi e Mazzola.

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.