Heitor, sabemos da dificuldade que será contra a Ponte Preta.

Um dos principais zagueiros do XV de Piracicaba, Heitor concedeu entrevista coletiva na Sala Bauma no Barão da Serra Negra e falou sobre a partida de sábado (05), diante da Ponte Preta em Campinas.

Nunca cheguei a disputar um jogo contra a Ponte Preta, este é meu primeiro Paulistão, mas quando cheguei em Piracicaba, ouvi muito a falar desse clássico que pega fogo, então sabemos da dificuldade que iremos encontrar lá, mas estamos preparados”, disse o zagueiro.

Heitor chegou ao XV de Piracicaba, ainda em 2015, participou de toda a temporada, e o mesmo falou que esta vinda desde o começo o ajudou e muito a ter esse desempenho no Estadual ao lado de Fábio Sanches. O fato de ter feito uma boa pré-temporada significou muito. Entreguei-me bastante durante os treinamentos, busquei o meu espaço e consegui a vaga de titular. Mesmo assim, tenho que continuar trabalhando para que eu possa manter essa sequência até o fim da competição”.

Com a mudança de treinador, Heitor também falou.

“Cada um tem uma forma de trabalhar, o Claudinho tinha a sua, o Narciso tem a dele e a gente se enquadra no que eles pedem. Claudinho jogava no 4-1-4-1, uma forma difícil de se encaixar tem que ter tempo. Já o Narciso está usando o esquema mais tradicional o 4-4-2, ou o arroz com feijão”disse Heitor.

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.